Primeiro passo para o Plano Municipal de Saneamento Básico

Escrito por Assessoria de Comunicação Ligado . Publicado em Notícias

A Prefeitura de Miranda do Norte por meio da SEMMA, realizou na última terça-feira (09/05), a Primeira Reunião Pública para Elaboração do Plano Municipal de Saneamento Básico - PMSB na Quadra Poliesportiva da UEB Ely Bezerra Ribeiro. 

O encontro mobilizou secretários de governo, vereadores, professores, estudantes, representantes de instituições sociais, técnicos ambientais e sociedade em geral.

O primeiro passo dado para a elaboração do PMSB contou com a parceria da Universidade Federal Fluminense-RJ, representadas por: Débora Soares, Técnica de Mobilização Social, Valber da Conceição Chadas Soares e Mariana dos Santos Nascimento - Técnicos de Saneamento. Ambos, com apoio do Secretário de Meio Ambiente a equipe realizou capacitação aos membros dos comitês de coordenação e executivo e ainda, levantamento de informações sobre saneamento para elaboração do diagnóstico técnico participativo do plano. 

O evento foi a primeira oportunidade que a sociedade civil organizada teve de apresentar sugestões, opinar, discutir e contribuir na  elaboração e construção de um plano que agregue as necessidades da população. Nesta primeira etapa foram debatidos quatro importantes eixos temáticos: limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos, abastecimento de água potável, esgotamento sanitário e drenagem de águas pluviais.

A segunda reunião ficou marcada para o mês de outubro do corrente ano, mas sem data confirmada.

Veja o resumo das propostas apresentadas:

#Eixo Temático 1 - Limpeza Urbana e Manejo de Resíduos Sólidos.

-Representantes do Primeiro Grupo: Conceição Rebelo (professora), Edna Neves (secretária municipal), Maria Bertolina (Presidente da Associação de Trab. Rurais) e Walter Barros (Bioquímico).

PROPOSTAS: Mutirões periódicos de limpeza pública com coletas seletivas realizadas em conjunto, envolvendo o Poder Público Municipal, escolas, igrejas, associações, técnicos ambientais e demais entidades, ensinando as pessoas a fazer a seleção correta do lixo reciclável, sendo todo esse material destinado a uma cooperativa e o fim definitivo dos lixões dando lugar a um aterro sanitário ecologicamente correto.

 

# Eixo Temático 2: Drenagem de Águas Fluviais.

Representantes do Segundo Grupo: Miguel de Jesus (professor) e Ulisses Bezerra (estudante de Ensino Médio).

PROPOSTAS: Investimos em educação ambiental por meio de materiais impressos, ensinando, também, técnicas de como capitar água da chuva com o uso de canaletas; Implantação de uma estação de tratamento para tratar e reaproveitar a água da chuva e criação de um Comitê Juvenil de Meio Ambiente com espaço nos canais de comunicação (Rádio, tv...) para divulgação das ações ambientais do município em parceria com o Poder Público e outras instituições; 

 

#EixoTemático 3: Abastecimento de água potável. 

Representantes do Terceiro Grupo: Samuell Nunes Oliveira (Professor) e

Sara Carvalho (estudante de Ensino Médio).

PROPOSTAS: Realização de um estudo hídrico no município para: avaliar e corrigir os desperdícios; reestruturar os recursos locais como a barragem, realizando a manutenção e ampliação do seu sistema de tratamento; a partir do estudo, rever a necessidade local para a perfuração de mais poços artesianos; recuperação dos reservatórios da Rua Velha e construção de uma adutora própria para que o município tenha uma distribuição de água autossuficiente que atenda toda a sua área territorial.

 

#Eixo Temático 4: Esgotamento Sanitário.

Representantes do Quarto Grupo: Letícia Aguiar e Grabielle Bezerra (estudantes do Ensino Médio).

PROPOSTAS: Conclusão, imediata da implantação da rede de esgotamento sanitário do município com estação de tratamento para o fim do despejo de dejetos em ruas e avenidas da cidade e que essa água seja reaproveitada nas atividades domésticas, na irrigação de lavouras, etc.; Implantação de políticas de revitalização dos igarapés do município com mobilização social através de mutirões de limpeza, envolvendo todos os seguimentos sociais.

E ainda: criação de um instrumento de medicação de água autossuficiente para evitar alteração no medidor residencial pelos próprios moradores e a implantação de um órgão fiscalizador no município para essa finalidade.

 

Veja mais fotos do evento:

 

The most visited gambling websites in The UK